sábado, 4 de julho de 2009

Racismo - A verdade

Estou saindo um pouco da rotina e postando um texto sobre o verdadeiro Racismo do Grêmio e um outro time.

Estou postando isso pois ontem a noite vi na comunidade "Sport club do Recife" um tópico de um colorado postando um vídeo do racismo do Grêmio com argumentos do tipo colorado é macaco.

O texto foi Retirado da comunidade do Grêmio.
Foi criado pelo Gremista Lucas

**Por que nos chamam de racistas?**

1 - Porque chamamos eles de macacos. PORÉM O QUE NINGUÉM DIVULGA É QUE FORAM ELES QUE INVENTARAM ESSE APELIDO PRA ELES MESMOS, décadas atrás. Enquanto os gremistas cantavam "ah eu sou gaúcho!" os coloridos cantavam "ah eu sou macaco!" e o mascote da torcida organizada deles era um Macaco. Até hoje ainda existe torcida organizada cujo simbolo é um macaco, e até a Torcida Organizada "Ma.Ca.Co" (Massa Cachaceira Colorada). O ponto onde os gremistas passaram a chamar colorados de macacos foi na reforma do Chiqueira-Rio, onde eles tiveram que assistir os jogos por fora do estádio, subindo nas árvores. Além de já serem "ironizados" de macacos devido às várias cópias que sempre faziam de gremistas, desde idéias de criar ou reformar estádio, contratar jogador extrangeiro de tal país, viajar pela América, Europa, etc, tudo logo após o Grêmio fazer primeiro, agora os colorados subiam em árvores também. FOI AÍ QUE OS GREMISTAS COMEÇARAM A CHAMAR OS COLORADOS DE MACACOS. E O APELIDO PEGOU.


2 - Porque mês passado dois gremistas espancaram um PUNK. Isso mesmo, dois gremistas "neonazistas" bateram num PUNK (E O PUNK ERA GREMISTA). Ou seja, apesar de não deixar de ser um ato horrível, é algo completamente desvinculado com o futebol. Se for dizer que os gremistas são os nazistas, tem que dizer que são as vítimas do neo-nazismo também.

3- Porque o Grêmio só foi aceitar negros oficialmente no time nos anos 50. Mas o que eles não falam é que o campo do Grêmio era doado por alemães e estava no contrato que se o Grêmio contratasse jogadores negros, perderia o campo. Aliás, mesmo assim, há fotos de negros no time do Grêmio nos anos 20, 30 e 40. Fotos de negros desde 1925, sendo que o inter só contrataria o primeiro em 1928.

Acho que os colorados esquecem que a maior torcida negra do RS é GREMISTA, além de liderar todas as classes sociais (e o clube do povo? sempre em segundo). Podem olhar qualquer pesquisa; outro fato curioso é que o inter nunca teve NENHUM grande ídolo negro com a mesma admiração que os gremistas tiveram com os seus, desde imortalizando na bandeira e hino a fazer pequenas músicas e trapos em suas homenagens. Ano retrasado mesmo tivemos o Andershow (maior ídolo dos últimos anos), e pouco antes o traidor Ronaldinho Gaúcho (que enquanto estava no Grêmio nunca deixou de ser ídolo), e mais pro passado O GRANDE CRAQUE EVERALDO (a estrela única, dourada, da bandeira do Grêmio) e o mestiço Lara (que até entrou no hino do Grêmio). Aliás, o hino do Grêmio foi feito por LUPICÍNIO RODRIGUES (negro).

-
Agora vem o mais importante:

E outra coisa que eles não divulgam é a história dos Canelas Pretas. No início do futebol profissional no Rio Grande do Sul, negros não jogavam em nenhum time. Então alguns mulatos e negros resolveram montar um time, o Rio-Grandense: elegeram nome, uniforme, tudo bem organizado (era o sonho daqueles mulatos jogarem profissionalmente), durante anos. Mas no dia em que foram tentar se inscrever na Liga, receberam um não porque o futuro "clube do povo" votou contra, impedindo que se criasse o time. O próprio internacional. Isso gerou ódio nas pessoas de cor, que passaram a torcer pro time rival do inter, o Grêmio, e ensinavam os filhos a torcerem pro Tricolor.

Um exemplo foi o Lupicínio Rodrigues, filho daquele que foi presidente do Rio-Grandense. Por isso temos mais torcedores negros torcendo pro Grêmio, como todos já repararam. Então os negros e mulatos formaram uma Liga, a Liga dos Canelas Pretas.
Só uns 20 anos depois (quando o Esporte Club Americano foi derrotado no primeiro amistoso contra um time da Liga dos Canelas Pretas, despertando a atenção para o bom futebol deles) que foram aceitos times com negros. Porém apenas na segunda divisão, sem acesso à primeira. Com o tempo foi-se aceito negros oficialmente em vários clubes. O inter não foi o primeiro time gaúcho a admitir negros, como eles dizem. Muito pelo contrário, houve muitos antes deles. Com as contratações dos negrinhos pelos times gaúchos, a Liga dos Canelas Pretas acabou.
O primeiro negro a jogar no inter foi em 1928, Dirceu Alves, jogando apenas 10 jogos. Mais uns poucos negros pela década de 30. Já o Grêmio teve jogadores negros desde a década de 20, porém não era aberta oficialmente a entrada de negros, principalmente devido à possível perda do campo gremista para os alemães. De 1925 a 1935 o Grêmio teve Adão Lima, por exemplo. Na própria foto do time de Lara vemos vários negros e mulatos:
http://img234.imageshack.us/my.php?image=lara04rq7.jpg


O gremista NÃO pode ser chamado de racista, de modo como NENHUM outro torcedor de qualquer outro time pode. Como pudemos ver, o tal Clube do Povo tem uma história sujíssima e pouco divulgada. Não queremos incríminá-los nem chamá-los de racistas, queremos apenas que cuidem da própria vida e olhem pra si antes de falar do outro.

A fonte de todo o texto é:
Memorial do Rio Grande do Sul
http://www.memorial.rs.gov.br/cadernos/futebol.pdf

o livro de Lupicínio Rodrigues
http://img73.imageshack.us/my.php?image=lupiwq7.jpg
http://img458.imageshack.us/my.php?image=lupi03pd5.jpg
http://img161.imageshack.us/my.php?image=lupi04cu0.jpg

Pesquisa sobre classe social - TOP OF MIND, publicado no site do Grêmio:
http://www.gremio.net/news/view.aspx?id=101&language=0

_________________________________________
Por isso que estou lançando uma campanha "Grêmio, Azul, Branco e Negro!"
Peço que todos as pessoas que tenha algum blog ou site relacionado ao Grêmio, coloque essa imagem em seus layouts:



17 comentários:

funchalzinha disse...

amei o post..... eu q sou grêmista tambem não sabia a origem de MACACOS o pq os chamamos assim mas nunca cogitei a idéia de ser racismo, e agora tive a confirmação de q não se tratarealmente disso!
bjos

Torcedora Fanática! disse...

- Essa história eu conhecia, é claro que Nós Gremistas somos contra o racismo.... esta na nossa história, eu ate vou postar no meu blog...

Nelson disse...

Ola Lucas, gostei muito do teu texto e pesquisa, podes me enviar po e-mail, pois tenho uma amiga"macaca" que me chama de racista e gostaria que ela descubra o real significado de ser um macaco! Saudações Tricolores!!!

ricardo disse...

Reconheço o esforço dos gremistas em repudiarem o racismo. Apoio inclusive. Mas existe um equívoco nisso tudo. A história do Internacional, como "clube do Povo" do RS é irretocácel e não é procurando deturpá-la, como algumas pessoas influentes na midia vem fazendo, que vá provocar um beneficio ao Grẽmio. Nós colorados não somos, históricamente chamados de "clube dos negrinhos" ou de "macacos" à toa.Isso,em que pese se tratar de adjetivos tristes e depreciativos, só reforça nossa origem de clube popular. Se isso é ou não é racismo, cada um interprete a sua maneira. Tampouco foi coincidência a formação de uma popular escola de samba ligada umbilicalmente ao colorado,inclusive com as mesmas cores ou a formação de vários outros "Internacionais" pelo país afora espelhados no meu amado clube do coração. E poderia citar aqui uma centena de exemplos, o que não é vem ao caso. Nunca se disse que o Inter foi um clube fundado por negros e pobres, Mas por gente de todas as classes sociais raças e nacionalidades. Inclusive tendo dois negros entre os que assinaram a ata de fundação do clube. Quanto a essa questão do Riograndense,oriundo da Liga da Canela Preta e presidido pelo pai do Lupiscinio Rodrigues, não ter sido aceito por suposta interferência do Internacional. Conforme matérias da época e estudos facilmente localizados aqui na Internet, era um clube inclusive segregado na própria Liga da Canela Preta, pelo fato de não aceitar negros em seus quadros, sómente mulatos. O fato é que o Internacional, na época, era contra jogadores "profissionais", a quem chamava de "mercenários". E os jogadores da Liga da Canela Preta só jogavam por "haveres sociais". Quando essa fase foi superada o Internacional não teve nenhuma dificuldade em abrir as portas. E isso é motivo de orgulho para nós colorados, tanto mais que isso se deu numa época de ascensão de doutrinas antropomórficas de supremacia de raças, felizmente hoje superadas. Mas reintero e deixo aqui meu apoio à intenção de combater a discriminação racial. E o desporto têm essa tradição. E o Internacional tambem

UlissesTutu disse...

Ricardo, sou gremista fanático e assino embaixo de tudo o que tu diz. E acho que é realmente muito difícil, nessa dualidade gaúcha, já tão falada, conseguir superar a síndrome do "espelho", do "adversário", do "antagonista", do "co-irmão" como dotado de tantas qualidades quanto os defeitos que vemos neles. Acho que é um momento de superação da própria individualidade etnocêntrica e o lançamento de um olhar inteligente sobre si mesmo, sobre os "nossas" mazelas, como se "nós" fôssemos perfeitos e "o outro" fosse somente o "errado em tudo". De qualquer forma louvo a idéia do Blog, tento divulgá-lo ao máximo e louvo também tua atitude esclarecida e respeitosa de manifestar com clareza tua discordância de visão histórica. Um grande abraço a todos e DALE GRÊMIO!! AZUL, NEGRO E BRANCO!!!

Anônimo disse...

http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=Esportes&newsID=a2297370.htm

Anônimo disse...

Até tu, não acredita numa mentira dessas.

Racismo pouco é bobagem.

Árlan disse...

Realmente me deixou muito feliz perceber o quanto pessoas mesmo de times diferentes e com tanta rivalidade entre nossos amados times gaúchos terem um mesmo pensamento contra o rascismo, há sem dúvida pessoas incorrigíveis com um pensamento completamente bárbaro e incorrigível de brigar entre si em mesma torcida e ainda mais entre dois times opostos, mostradas essas imagens por emiçoras de tlevisão paulistas e cariocas recriminando nosso povo gaúcho como bem sabemos e nos chamando a todos não somente o grêmio mas o povo gaúcho de rascistas, devemos pensar num coletivo e promover cada vez mais dessas campanhas não nos xingando nem agredindo mas mostrando como não sosmos e se fomos, o porquê de termos cido rascistas e que somos completamente a favor do azul, vermelho, banco e negro !! sou Gremista de coração mas acima disso sou Gaúcho de Alma !!

Anônimo disse...

Muito linda esta historinha contada, mas todos nós sabemos que qdo o torcedor gremista chama um torcedor colorado de macaco é sim de forma racista... assim como todo esse seu comentário feito acima, onde vc simplismente faz com que o seu tricolor seja a vitima coitadinha... putzzz papo pra boi dormir né, vai cata coquinho

Rubens Silva de Oliveira disse...

Sou negro e colorado, e bem informado. Acho muito louvável a iniciativa dos representantes do nosso rival em repudiar o racismo, o que não poderia ser de outra forma diga-se de passagem, afinal estamos em 2012 não é mesmo?
Mas sugiro que revejam seus conceitos, não se utilizem de argumentos irrelevantes para mascarar o que é fato e é história. O meu amado clube foi sim fundado indiretamente em função das restrições sociais e étnicas mantidas e impostas pelo nosso estimado rival. A partir disso chegamos a conclusão de que a denominação atribuída a nossa torcida "MACACOS" tem sim origem racista. Portanto, saibam que não somos idiotas para engolir a justificativa lúdica publicada para ludibriar aos desinformados de plantão, ou para aliviar o peso da consciência de vários companheiros tricolores que tem sim o racismo presente em seus inconscientes.

Édison Silva disse...

Todo mundo gosta de puxar a brasa para o seu passado. O importante é que hoje já convivemos de maneira racional. O que passou, passou. Viva nossos irmãos gremistas.
Do cororado Édison.

Anônimo disse...

racistas de merda que morram gremistas

Anônimo disse...

Postagens bem parciais não é gremista? Tu acredita nas tuas próprias bobagens. Te aconselho a rever tuas fontes de pesquisa e de preferência, fontes fidedignas e não fontes alienadas como tu.

Anônimo disse...

eu também acredito em papai noel,larga bando de boyzinho trocha.

Anônimo disse...

Coitado do gremio... Vitima desses colorados... Tadinhos dos gremistas mad nao ligue para estas bobagens todos now sabemos que a torcida do gremoo nao é racista né? Rsrsrsrsrsrsrsesrsrs... (quero ganhar um aviaozinho no Natal e chocolate na Pascoa)

marcio luis muller disse...

esses anomimos vem aqui falar merda, por q não tem coragem de mostrar a cara pra falar

Anônimo disse...

Quem conhece a história de vocês sabe que o Gremio é racista não permitia negros e estrangeiros no clube...por isso surgiu o clube do povo. O primeiro negro a entrar no clube foi o Tesourinha em 1947. é verdade ou não?